Por: Agro Marketing Mix Aberto em: maio 02, 2018 Em: Planejamento Estratégico Comentários: 0
02maio

O marketing no agronegócio é fundamental para que empresas ganhem destaque e presença no campo, fortalecendo ainda mais o setor que mais cresce no país. Tal afirmação se justifica por uma pesquisa realizada pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), que concluiu que o setor do agronegócio representou, em 2016, 3% do PIB da economia brasileira.

Dentro desse contexto, é preciso buscar diferenciais competitivos para angariar clientes no mercado agro, pois essa é uma excelente oportunidade para gerar novos negócios.

Podemos dividir as ações de marketing no agronegócio em duas abordagens distintas, antes e depois da porteira.

Marketing antes da porteira

Nessa fase, o marketing é focado nos produtos e serviços comercializados para os produtores rurais, como pecuaristas e agricultores. Trata-se das ações publicitárias que visam comercializar máquinas como tratores, sistemas de irrigação, entre outros itens que podem fazer a diferença no agronegócio.

No marketing antes da porteira, é preciso provar para o produtor rural que um determinado produto ou serviço vai fazer a diferença no seu negócio, melhorando assim a sua produtividade e lucratividade.

Marketing depois da porteira

Quando dissemos que o marketing no agronegócio está depois da porteira, estamos falando da venda de produtos industrializados a partir dos commodites agrícolas, como o leite, o queijo, o café, a carne, as frutas, entre outros insumos produzidos nas propriedades rurais.

O intuito do marketing, nesse caso, é mostrar para o produtor que vale a pena criar marcas que agreguem valor, de modo que os produtos feitos em sua propriedade possam ganhar consumidores fieis nos supermercados e outros pontos de venda.

Estratégias de marketing no agronegócio

Independentemente da fase em que se encontra, o marketing no agronegócio deve sempre ser muito estratégico, contando com ações modernas e que realmente convertam em resultados.

Tais ações devem suprir os principais fatores que denotam a importância do marketing no agronegócio, como a melhora na relação e fidelização de clientes, aumento das vendas rurais, ampliação da visibilidade da empresa no ramo agrícola, captação de novos clientes e mensuração de resultados.

Entre as ações que podem ser desenvolvidas, duas se destacam, as redes sociais e o e-mail marketing, as quais explicaremos a seguir.

Redes sociais

Os meios de comunicação que permitem o relacionamento pela internet, como o Facebook, o Instagram e o Twitter podem ser utilizados no marketing para o agronegócio.

Na fase antes da porteira, as redes sociais podem ser úteis para compartilhar conteúdos, como depoimentos de produtores que já usam um produto, notícias sobre o setor rural, troca de informações etc.

Já na fase depois da porteira, é possível prospectar clientes na divulgação dos produtos que o empresário do setor comercializa, publicando fotos de mesas com um delicioso café colonial com os alimentos da marca, por exemplo.

E-mail marketing

O e-mail marketing é uma excelente ferramenta, podendo atingir até mesmo o público que não está presente nas redes sociais, pois praticamente todos os produtores, devido à necessidade de informatizar os seus negócios, têm acesso aos e-mails.

Desse modo, é possível enviar e-mails para uma base de contatos, conquistando, assim, novos clientes por meio de um conteúdo de qualidade.

Agora você já sabe mais sobre o marketing no agronegócio. Então, basta seguir estudando e colocar tudo isso em prática para atingir os seus objetivos.

Gostou deste artigo? Então curta a nossa página no Facebook! Assim você poderá acompanhar sempre as nossas novidades diretamente em sua linha do tempo.

Trackback URL: https://agromarketing.com/2018/05/02/marketing-no-agronegocio-qual-e-a-importancia-do-investimento/trackback/

Deixe uma mensagem:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *