Por: Agro Marketing Mix Aberto em: março 12, 2018 Em: Agro Eventos, Agro Marketing Mix Comentários: 0
12mar

O futuro está batendo à porta do setor agrícola. As ferramentas tecnológicas, que outrora pareciam uma realidade distante, estão, cada vez mais, ao alcance dos produtores. Entretanto, colocar em prática estas novas formas de praticar o agronegócio ainda é um desafio, tanto para o agricultor, quanto para as empresas de pesquisa e tecnologia. Visando colocar o tema em discussão, a Fundação de Apoio à Pesquisa Agropecuária do Mato Grosso (Fundação MT), realizou em fevereiro, o I Seminário Agricultura do Futuro, em Rondonópolis (MT).

O evento foi pensado como uma busca de conhecimento, entendimento e visualização de como será a agricultura do futuro, para que a classe agrícola possa usufruir das novas ferramentas, que devem trazer uma constante melhoria para o setor. Estiveram presentes representantes das maiores empresas rurais do Mato Grosso, que puderam ouvir e conversar com profissionais que atuam internacionalmente em empresas de agricultura, tecnologia, pesquisa e inovação.

O primeiro passo para a inovação é agir

A diretora da Agro Marketing Mix, Mariangela Albuquerque, esteve presente no evento. Natural do Mato Grosso, e atuando no mercado de comunicação com o agronegócio há 19 anos, destaca a importância do Estado se abrir para a inovação. “São novos passos em direção à infraestrutura de telecomunicações para digerir as inovações, receber e aproveitar. São passos em direção ao recebimento de startups e empresas que podem subsidiar o crescimento da inovação, e consequentemente, da produtividade”, relata.

Mariangela foi convidada a mediar o debate com Rivadávia Drummond Neto, professor da Universidade do Arizona (EUA), que pôs em pauta o tema “Desafios da Inovação no Ambiente Organizacional”. O questionamento foi: quais os próximos passos para avançar? O que poderia ser feito no dia seguinte ao encontro? “Todas as pessoas na organização podem inovar, independente do cargo, pequenas atitudes também podem ser inovadoras, criar pequenas reuniões ou espaços nas empresas, são ações simples, que fazem a inovação fluir”, contou sobre a mensagem que ficou da conversa.

O que esperar do futuro?

Além da conversa sobre as novas tecnologias, como sensores, drones, e veículos autônomos, o seminário abordou a capacitação de pessoas, para que seja possível extrair o máximo das tecnologias de digitalização da agricultura, e o incentivo aos líderes para tomada de decisões.

O futuro está próximo, e a inovação já começou. Mas há ainda muitas questões para refletir, e se manter atento. “O que fazer com tanta informação? Sabemos quanto estamos perdendo de adubo, de químico? Estamos pulverizando corretamente? O conhecimento é de uma pessoa ou da organização? A agricultura digital vai aumentar a produtividade e a rentabilidade do campo?”, são algumas das questões que o I Seminário Agricultura do Futuro deixou.

Quer saber ainda mais sobre o inovação no agronegócio? Confira este artigo

E para saber quais são os próximos passos para o seu negócio caminhar rumo à este futuro, entre em contato conosco.

 

Trackback URL: https://agromarketing.com/2018/03/12/inovacao-no-agronegocio-o-futuro-ja-comecou/trackback/

Deixe uma mensagem:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *