Por: Agro Marketing Mix Aberto em: fevereiro 15, 2018 Em: Planejamento Estratégico Comentários: 2
15fev

Muitas vezes deixada de lado, a gestão de marketing no agronegócio é um grande diferencial para os empresários do setor rural. Ao investir em marketing, é possível agregar muito valor ao produto, descobrir novos mercados e, consequentemente, aumentar o faturamento da empresa.

Para você que ainda não trabalha tão ativamente com o marketing no agronegócio, preparamos este artigo para mostrar 3 coisas que você precisa saber para começar essa empreitada. Confira!

1. Conheça o seu mercado

Conhecer o seu mercado é o ponto base antes de começar a fazer qualquer investimento em marketing. O primeiro ponto é entender melhor quem são e o que fazem os seus principais concorrentes — tipos de campanhas que estão fazendo, em que canais estão comunicando, a faixa de preço em que atuam etc.

Ao mesmo tempo, é de suma importância entender quem é o seu público, tanto os decisores quanto os compradores. Vale lembrar que, no agronegócio, frequentemente, decisores e compradores são pessoas diferentes. Por exemplo: o veterinário decide uma compra, mas é o financeiro ou o administrador quem a finaliza.

Além de mapear os decisores e os compradores, é importante entender o que cada um desses públicos deseja e leva em consideração no momento de fazer uma compra. Por fim, monitorar de perto os hábitos de cada um ajuda a entender “para onde a maré vai”, dando a possibilidade de se antecipar aos fatos e ser pioneiro em determinadas campanhas.

2. Mensure as suas ações

Toda ação de marketing é composta por planejamento, execução e monitoramento — e, muitas vezes, damos pouca atenção a esse último ponto. Monitorar, aliás, é bem mais do que observar os resultados de determinada campanha. É, principalmente, entender os motivos pelos quais a ação teve sucesso ou não.

Por isso, o apoio de uma agência de marketing pode ser essencial nesses momentos. Por serem especialistas, os profissionais de uma agência têm foco em cada uma dessas etapas e conseguem fazer relatórios completos, mapeando os pontos fortes e fracos de cada campanha, além de fazer novo planejamento para futuras ações.

3. Conheça as principais métricas do marketing

Como vimos, para a gestão de marketing no agronegócio, é preciso mensurar as ações. Isso significa, também, entender siglas específicas do marketing. Confira algumas:

  • ROI: é o “retorno do investimento”. Essa sigla indica o quanto o valor investido retornou em vendas. Veja como calcular o ROI;
  • CPL: é o “custo por lead”. O lead é uma pessoa interessada no produto da sua empresa (não necessariamente que efetivou uma compra). Essa sigla exibe o quanto cada lead custou para a campanha;
  • CAC: é o “custo de aquisição do cliente”. Essa sigla mostra o quanto cada pessoa que efetuou uma compra custou para a empresa;
  • Taxa de conversão: indica quantos leads se tornaram clientes (compraram). Quanto maior a taxa de conversão, melhor é para a empresa;
  • Ticket médio: indica o valor médio da compra de cada cliente. Por exemplo: se você teve 100 clientes e faturou R$ 1000, o ticket médio é de R$ 10.

Agora que você conhece um pouco mais sobre a gestão de marketing no agronegócio e está familiarizado com os termos, quer conhecer melhor o mundo digital? Então, baixe o ebook: Como planejar o marketing digital do meu negócio?

Trackback URL: https://agromarketing.com/2018/02/15/gestao-de-marketing-no-agronegocio-3-coisas-que-voce-precisa-saber/trackback/

2 Comentários:

  • Parabéns pela apresentação !!!!!! Muito bom e muito importante saber as ações necessárias para o marketing.

    • Boa tarde, Clezio!
      Ficamos contentes em saber que gostou do conteúdo. Não deixe de acompanhar nossas postagens e saber mais sobre o mercado do Agromarketing.

Deixe uma mensagem:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *