Por: Agro Marketing Mix Aberto em: janeiro 31, 2018 Em: Agro Marketing Mix Comentários: 0
31jan

O agronegócio no Brasil movimenta diversos setores e é responsável por uma fatia extremamente importante da nossa economia. Em 2017, inclusive, o setor bateu recorde de contribuição no Produto Interno Bruto (PIB), sendo o responsável por 23,5% de toda a movimentação, segundo a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

Por isso, preparamos, neste post, algumas das principais informações que mostram o quanto o agronegócio é relevante para o país. Confira:

O impacto do agronegócio no Brasil

Para se ter uma ideia, no primeiro trimestre de 2017, o Brasil comemorava o crescimento de 1% do PIB após sucessivas quedas, sendo o agronegócio responsável por 0,8% desse crescimento.

Muito dessa fatia está relacionado à safra recorde de 2017. No primeiro trimestre do ano passado, o agronegócio cresceu 13,8%, a maior taxa do setor nos últimos 20 anos.

Com a safra tão grande, houve uma desvalorização no preço dos produtos agropecuários. A baixa, no entanto, foi de extrema importância para garantir o controle da inflação no Brasil no ano passado — o país fechou o ano com uma inflação de 2,5%, a menor dos últimos 19 anos.

Os principais números do agronegócio no Brasil

Além do impacto direto na economia brasileira, há diversos números do agronegócio que demonstram o quanto ele influencia nossa economia. Confira abaixo alguns deles:

  1. 48% das exportações brasileiras vêm do agronegócio. Os destaques são o setor de soja, carnes e sucroalcooleiro. No total, as vendas externas chegam a US$ 89 bilhões por ano;
  2. mais de 19 milhões de pessoas trabalham no segmento de agronegócio;
  3. 42,8 mil máquinas agrícolas foram vendidas somente em 2016, o que ajudou na colheita da safra recorde de 2017;
  4. cerca de 34 milhões de toneladas de fertilizantes foram utilizadas em 2017.

Os desafios do agronegócio no Brasil

Se houve um excelente ano em 2017, não há como fugir dos desafios que o agronegócio enfrentará neste ano. E os problemas, infelizmente, não são novidade: o acesso mais restrito ao crédito, que ainda deve demorar para se normalizar, é o principal deles, dificultando o investimento dos produtores rurais.

A infraestrutura precária no Brasil — e também sem perspectiva de solução a curto prazo — é outro ponto de atenção, já que não facilita o escoamento dos produtos.

Por fim, existe uma incógnita em relação ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, cuja probabilidade de adotar medidas protecionistas e que prejudiquem nossas exportações é bastante grande.

As oportunidades do agronegócio no Brasil

Onde há desafios, há boas oportunidades. A gestão, mais uma vez, pode fazer uma grande diferença no resultado dos negócios. A mecanização, por exemplo, cada vez mais será um diferencial, tanto de produtividade quanto de segurança.

Olhar com atenção o segmento “depois da porteira”, como a industrialização dos alimentos, também é uma boa solução para conseguir agregar valor aos produtos. Por fim, o trabalho em conjunto a cooperativas pode ser decisivo nos resultados dos negócios.

Agora que você conhece um pouco mais sobre a macroeconomia do agronegócio no Brasil, que tal se aprofundar um pouco em um dos seus principais produtos: o leite? Então, confira o artigo Tendências do setor leiteiro: para onde caminha o mercado do leite

Trackback URL: https://agromarketing.com/2018/01/31/qual-e-o-panorama-atual-do-agronegocio-no-brasil/trackback/

Deixe uma mensagem:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *